Administração: BM Consultórios


Blog Noticias

Combater a obesidade infantil veja as dicas

Apostar em alimentos coloridos, na apresentação dos pratos, dar bons exemplos e até mostrar a preparação das refeições são algumas das estratégias.

O crescimento da obesidade no grupo de crianças e adolescentes é algo que tem assustado as autoridades mundiais.

Mudanças no padrão da alimentação e da atividade física, em conjunto com fatores biológicos, comportamentais e ambientais favorecem esse aumento.

Crianças obesas têm mais probabilidades de serem adultos obesos e, consequentemente, de apresentarem as complicações de saúde ligadas ao excesso de peso, como enfarte, AVC, diabetes e síndrome metabólica”, esclarece a nutricionista.

Quando a criança é educada seguindo um estilo de vida saudável, ela tem mais probabilidades de seguir esse exemplo para o resto da vida.

Nutricionista do HCor (Rosana Perim) explica que é preciso criar truques para tornar a alimentação saudável mais atraente.

“A dica é apostar nas cores dos alimentos, experimentar novas preparações e transformar as refeições em momentos agradáveis em família.
Comer com moderação e sem proibições é perfeitamente possível, desde que haja orientação dos especialistas”, ressalta Perim.

Desde cedo, a criança deve ser incentivada a fazer entre cinco e seis refeições por dia – pequeno-almoço, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e um pequeno lanche antes de dormir -, beber bastante água e evitar o consumo de alimentos como snacks salgados, doces, sandes, refrigerantes e sumos industrializados.

A apresentação dos alimentos é uma das formas de aumentar o apetite da criança.
Transforme a comida numa brincadeira: Envolva a criança na escolha e na preparação dos alimentos, e transforme isso em algo atraente para ela.

Por exemplo: Leve a criança ao supermercado, mercado e feira para ajudá-la nas compras de frutas, verduras e legumes, permitindo que ela mostre as suas preferências.

Refeição em família: É importante que os pais façam as refeições junto dos seus filhos.
Importância da alimentação: Na medida do possível, explique à criança a função dos alimentos, bem como a importância de cada grupo alimentar.

Nem sempre a criança aceita comer algo novo, mas é importante insistir e explicar a importância dos nutrientes ali presentes para a saúde.

Mas atenção, fique atento às quantidades consumidas, pois tanto o excesso como a falta de comida são grandes vilões para a saúde.

Respeito: Respeite a decisão da criança se ela não quiser comer naquele momento, mais tarde ela irá procurá-lo para se alimentar.

Via Noticia Minuto / HCor

RelatedPost


Marque pelo o WhatsApp