Administração: BM Consultórios


Blog Noticias

Alternativas para driblar o estresse

Fugir do estresse que a rotina do dia a dia traz não é fácil. Aliás, é difícil escolher alguma atividade que possa ser chamada de “revitalizante” com o pouco tempo disponível livre. Mesmo assim, a tentativa de trazer um pouco de qualidade de vida  torna-se cada vez mais um  hábito da sociedade e pessoas comuns buscam atividades que lhe sirvam de “válvula de escape”.
 
Para quem mexe com o computador grande parte do dia, como é o caso do projetista de produtos Alexandre Szykman, o jeito foi arranjar alguma atividade online mesmo. “Eu leio o blog “Não Intendo” de 5 a 10 minutos, todos os dias.”
 
O tempo pode não ser grande – levando em consideração o restante do dia gasto em outras atividades rotineiras – mas são esses minutinhos reservados que fazem com que o bom humor do jovem não seja afetado. “Me desestressa porque eu me identifico com o autor. Acho que ele tem uns dois ou três miolos a menos, como eu”, brinca.
A analista de marketing Adriana Cristine Alves passou por atividades um tanto comuns para quem procura relaxar. Fez aulas de yoga, natação e até a tradicional musculação, mas, o que a ajudou mesmo foi quando decidiu radicalizar e iniciar com aulas de circo, duas vezes por semana, depois do expediente de trabalho. A transformação do corpo e alma foi inevitável.
“Eu descobri as aulas de circo acidentalmente. Há dois anos estava procurando por aulas de malabares, em diversos locais, como um lazer, e acabei encontrando a Academia Brasileira de Circo, oferecendo uma grande variedade de atividades. Como resultado, descobri que não tenho talento para atividades que exijam muita coordenação motora”, confessa. “Em compensação, descobri que as aulas de circo podem funcionar como uma atividade física alternativa”, completa.
Adriana conta que nunca foi muito fã das aulas de musculação, outro motivo para procurar exercícios alternativos. “Sempre tentei fazer academia tradicional, mas nunca consegui passar dos dois meses de aula. Os movimentos repetitivos são muito entediantes. O circo é uma atividade física bastante completa que, além de trabalhar resistência física, postura e a musculatura do corpo todo, como todas as atividades físicas, me dá muito mais disposição para o dia a dia e funciona como uma válvula de escape: relaxa, reduz o estresse e me faz esquecer da tensão do dia a dia. Você passa a olhar para você mesma, para o seu potencial, para o controle e domínio do seu próprio corpo. É uma excelente oportunidade de auto-conhecimento e desenvolvimento pessoal.”
Diferentemente de Adriana, o professor de inglês Guilherme Fuoco encontrou na musculação o seu jeito de fugir de tudo que o incomoda da rotina. “Para relaxar, faço musculação pelo menos três vezes por semana. Além de me deixar mais tranquilo, me deixa com a auto-estima lá em cima”, conta. Claro que os motivos não foram só eliminar estresse, mas acabou compensando, e muito, nessa área. “Decidi começar porque estava um pouco fora do peso e sem empolgação. Como faço às 6 horas da manhã, a musculação me deixa com o corpo bacana e também me deixa disposto a encarar a rotina.”
Se você ainda não arranjou o que fazer para relaxar, veja algumas dicas simples que você pode fazer em qualquer lugar e qualquer horário.
Ouvir sua música favorita já é um bom começo. Você pode até cantarolar junto com a banda, em voz alta. Tudo é permitido. Enquanto isso, a dica é realizar movimentos circulares com os ombro e com a cabeça. O ideal é repetir o exercício cinco vezes. Depois, inclinar o pescoço, como se fosse encostar a orelha no ombro. E pode até utilizar as mãos para dar um empurrãozinho. Cinco repetições de 10 segundos já são suficientes. Os punhos e tornozelos também podem participar dessa onda de atividades. O ideal é esticá-los para cima e para baixo, alternadamente, e também manter a posição durante 10 segundos.
Para o corpo, você pode girá-lo de um lado para o outro. Esses pequenos cuidados farão grande diferença no futuro para a saúde do seu corpo e eles tomarão somente aquele tempo ocioso em que você perderá com o carro parado no meio do trânsito, por exemplo, ou durante o horário de almoço. Pense nisso.
Por: Tissiane Vicentin 

 


Marque pelo o WhatsApp